sábado, 3 de setembro de 2011

Como se preparar para participar dos processos seletivos de maneira eficaz?



Embora não seja possível prever todas as possibilidades, conhecer as técnicas mais utilizadas pode proporcionar segurança para mostrar as suas competências e tornar-se conhecido por seu diferencial. Nesse sentido, é fundamental que, em todas as etapas do processo, demonstre um bom nível de autoconhecimento e clareza de seus objetivos profissionais e pessoais. Espera-se, ainda, que o profissional seja responsável pela escolha das oportunidades que possa aceitar, portanto, é importante conhecer a empresa e a proposta de trabalho.
De acordo com uma pesquisa realizada junto a profissionais de Recursos Humanos de empresas da região sudeste do país, uma das primeiras etapas de um processo seletivo, geralmente, é a análise de currículo. Esse fato reforça a importância de ter um currículo bem elaborado.
Antes de ser convidado para comparecer em uma entrevista ou teste, é possível que a empresa faça uma triagem, através de um contato por telefone ou e-mail. Nesse momento, é importante ter um bom nível de comunicação, demonstrando clareza, objetividade e interesse pela proposta de trabalho.
Havendo aprovação inicial, deve ser agendado um encontro pessoal, para o qual alguns cuidados devem ser tomados, como por exemplo: procurar conhecer um pouco sobre a empresa, saber qual é a atividade proposta para o encontro, preocupar-se com a apresentação pessoal (aparência) e comparecer no local, data e hora marcados.
Caso a atividade seja uma entrevista, é importante saber que o objetivo é a obtenção de informações que envolvem, além dos aspectos profissionais, os acadêmicos, pessoais, familiares e sociais. As entrevistas podem ser individuais ou em grupo, na maioria das vezes são realizadas pessoalmente. Atualmente, também é possível que sejam feitas por tele ou videoconferência.
Outras técnicas aplicadas são: testes práticos, testes de conhecimentos gerais ou específicos, testes psicológicos, inventários ou ainda outras técnicas menos convencionais. Cada uma das técnicas tem foco em aspectos específicos, mas é possível afirmar que o objetivo final é conhecer você (profissional e pessoalmente) e avaliar a sua adequação à proposta de trabalho.
Geralmente, ao final do processo seletivo, há um momento de negociação das condições de remuneração (salário e benefícios), esclarecimento das atribuições e expectativas. Esse momento exige objetividade e clareza na comunicação, além de flexibilidade para que os resultados satisfaçam ambas as partes.
O resultado de todo o processo seletivo pode ser a sua contratação, porém, mesmo que não seja “o escolhido”, você deve deixar uma boa impressão para que seja lembrado em outro momento ou considerado para outras oportunidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...